PM reage a tentativa de assalto e acaba ferido na Dutra, em São João de Meriti

Cabo Ubirajara Soares Pereira da Silva seguia para o trabalho quando foi abordado e entrou em confronto com bandidos

Por O Dia

Rio - O cabo Ubirajara Soares Pereira da Silva estava a caminho do 12º BPM (Niterói), unidade na qual é lotado, quando foi abordado por criminosos armados, na Rodovia Presidente Dutra, na altura do Motel Lugano, em São João de Meriti, Baixada Fluminense, no início da manhã desta sexta-feira. O militar reagiu, entrando em confronto com os bandidos. Na troca de tiros, ele acabou ferido por estilhaços de uma bala no pé.

Ubirajara foi socorrido e encaminhado ao Hospital Geral de Nova Iguaçu, situado no bairro da Posse, naquele município. A assessoria de imprensa da unidade confirmou o ferimento no pé do cabo, causado por arma de fogo, e disse que ele foi prontamente atendido por médicos que estavam de plantão no hospital. Ele recebeu medicação, passou por exames e recebeu curativo, sendo liberado, por volta das 7h. A Polícia Militar ainda não se pronunciou sobre o ocorrido.

Vinicius morreu após ser baleado na Rodovia Amaral Peixoto%2C em MaricáReprodução

LATROCÍNIOS TÊM ALTA DE 28% NO RIO

No último quadrimestre, o número de latrocínios (roubos seguidos de morte) registrados no Estado do Rio de Janeiro cresceu 28%, em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2015, 57 pessoas morreram em decorrência deste crime. Já neste ano, o número saltou para 73.

Na última terça-feira à noite, três pessoas morreram em decorrência de tentativas de assalto no Rio. Em Maricá, Região Metropolitana, o jovem Vinicius Vidal França, 20 anos, não resistiu aos ferimentos após ser baleado, na Rodovia Amaral Peixoto, na altura do quilômetro 38, no Espraiado. Inicialmente, a ocorrência foi registrada na 124ª DP (Saquarema), no entanto, como as investigações já estavam sendo conduzidas pela 82ª DP (Maricá), ela foi encaminhada à unidade.

De acordo com a Polícia Civil, a morte de Vinicius está sendo tratada como prioridade pela unidade. Depois que forem feitas diligências preliminares, o inquérito será encaminhado para a Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG).

LEIA MAIS: Mais três são mortos em tentativas de assalto no Rio

Últimas de Rio De Janeiro