Polícia prende nove pessoas em duas fábricas clandestinas de bebidas

Segundo as investigações, galpões forneciam os produtos para bailes patrocinados pelo tráfico de drogas em São Gonçalo

Por O Dia

Rio - Policiais da 72ª DP (Mutuá) localizaram, na tarde desta sexta-feira, duas fábricas clandestinas de bebidas alcoólicas falsas. De acordo com as investigações, os galpões, localizados na Rua Almirante Amorim Vale, em Marambaia, São Gonçalo, forneciam bebidas para os bailes patrocinados pelo tráfico de drogas na região. Nove pessoas, entre elas duas mulheres, que trabalhavam na lavagem e preparação das garrafas foram presas e autuadas por falsificação de produto ou substância alimentícia. A pena varia de quatro a oito anos de detenção.

Polícia prende nove pessoas em duas fábricas clandestinas de bebidasDivulgação

Segundo os policiais, um dos responsáveis pelo espaço, Rene Pone dos Santos também tinha um mandado de prisão por tráfico de drogas expedido pela Justiça. No local foram apreendidas mil garrafas prontas para a venda. Há garrafas de whiskys e vodkas falsificadas, que no máximo são vendidas há R$ 50. "Os espaços faturavam em média R$ 50 mil por mês", informou um agente da 72ª DP.

A perícia já foi realizada nas duas fábricas pelo Instituto de Criminalística Carlos Éboli (Icce) e constatou que as bebidas produzidas no locais eram falsas. 

Últimas de Rio De Janeiro