Por tiago.frederico
Alerta sobre micose e tratamentoReprodução

Rio - Se o seu bichinho de estimação estiver com suspeita de esporotricose, micose que pode afetar animais e humanos, não se apavore, abandone ou sacrifique. Há tratamento. E para esclarecer a causa da doença, a Comissão de Proteção e Defesa dos Animais da OAB, promove seminário, hoje, às 17h, no Plenário Evandro Lins e Silva, na Avenida Marechal Câmara, 150/4° andar, ou pela internet no www.youtube.com/user/oabriodejaneiro.

Nos gatos, a doença se manifesta através de feridas profundas, geralmente com pus, que não cicatrizam. Nos humanos formam-se lesões na pele, que começam com um pequeno caroço vermelho e podem virar ferida, nos braços, pernas ou no rosto. A Unidade de Medicina Veterinária da Prefeitura presta atendimento de segunda a sexta-feira, pela manhã e à tarde, com distribuição de números por ordem de chegada. A Fiocruz, por meio do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI), também. Para humanos, o atendimento está sendo feito em Postos de Saúde locais e nos Serviços de Atenção Básica do Programa Saúde da Família.

Você pode gostar