Estudantes voltam a ocupar escola estadual na Zona Norte

Na última sexta-feira, alunos deixaram o prédio da secretaria de Educação após um pedido judicial de reintegração de posse

Por O Dia

Rio - O Colégio Estadual Central do Brasil, no Méier, na Zona Norte, voltou a ser ocupado por alunos, na tarde desta segunda-feira. Por meio da página "Ocupa Central" no Facebook, os jovens explicaram que eles decidiram retornar ao local após a Secretaria de Estado de Educação prorrogar o prazo para responder às pautas de reivindicações deles. "Contamos com total apoio dos estudantes secundaristas do colégio para juntos construirmos uma escola melhor para todos!", escreveram na publicação. No entanto, até a publicação desta matéria, o órgão não deu um posicionamento sobre o caso.

Alunos voltaram a ocupar o Colégio Estadual Central do Brasil%2C nesta segunda-feiraReprodução Facebook

Na última sexta-feira, após uma pedido judicial de reintegração de posse, os alunos de escolas estaduais desocuparam o prédio da secretaria, no Santo Cristo, na Zona Portuária. Em greve, eles estavam no local desde o dia 30 de maio e reivindicavam por melhorias na educação, além de pedir a volta do Sistema de Avaliação da Educação do Rio (Saerj) e melhores salários para professores.

Justiça pede reintegração de posse do prédio

?A Justiça do Rio decidiu, na noite desta quinta-feira, por meio de uma liminar, a reintegração de posse da sede da Secretaria Estadual de Educação do Rio. Segundo a juíza Glória Heloiza Lima da Silva, da 2ª Vara da Infância, Juventude e Idoso da Capital, o imóvel ocupado tem a "natureza de bem de domínio público, tornando-o pertencente a todos, e não apenas a um grupo de pessoas". 

LEIA MAIS

Estudantes desocupam prédio da Secretaria de Educação

?Estudantes denunciam: 'PM não deixa entrar água nem comida na ocupação'

A magistrada afirmou ainda que as escolas anteriormente ocupadas por alunos já retomaram as aulas, após decisão do próprio juízo. Por isso, para ela, os estudantes não podem tirar o direito dos outros jovens.

Últimas de Rio De Janeiro