Estudantes e funcionários promovem mutirão de limpeza na Uerj

Terceirizados que limpavam o campus foram demitidos após terem salários atrasados. Ação ocorrerá nesta quinta-feira

Por gabriela.mattos

Rio - Em greve há mais de três meses, estudantes, professores e funcionários da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) estão organizando um mutirão de limpeza, no prédio "Haroldinho" da faculdade, no campus Maracanã, na Zona Norte, nesta quinta-feira. De acordo com os participantes, o objetivo da ação é fazer a limpeza básica do local, para evitar que "o patrimônio público seja deteriorado de forma irreversível". 

Em greve há mais de três meses, estudantes e funcionários promovem mutirão de limpeza na UerjFoto%3A Daniel Castelo Branco / Agência O Dia

LEIA MAIS

Professores protestam em frente à casa do governador em exercício do Rio

?Entorno da Uerj sofre com greve que dura três meses

A iniciativa surgiu após a demissão de cerca de 500 funcionários terceirizados que faziam a limpeza da universidade. Segundo os organizadores, os profissionais estavam receber o pagamento dos salários há sete meses. "As dependências do prédio ficaram em um estado inaceitável", reforçaram os participantes do ato, que pediram ainda para as pessoas levarem o próprio material de limpeza.

Últimas de Rio de Janeiro