Policial é baleado em tentativa de roubo em São Gonçalo

Suspeito também ficou ferido em ação ocorrida em Guaxindiba

Por O Dia

Rio - Mais um policial militar foi baleado no Rio de Janeiro. Por volta das 21h desta quarta-feira, o soldado Erick dos Santos Medeiros foi cercado por quatro criminosos quando passava pela Rua Silva Porto, no bairro Guaxindiba, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio. Ele reagiu à abordagem, trocando tiros com os bandidos.

Lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Pavão/Pavãozinho, o policial foi atingido com dois tiros na barriga. Ele ainda acertou dois disparos num dos ladrões que o atacou. Ambos foram encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Santa Luzia, no entanto, o soldado foi transferido para o Hospital Alberto Torres, no Columbandê, naquele município, onde passou por uma cirurgia. Seu quadro de saúde é considerado estável, sem risco de morte. Já o suspeito, ainda permanece na UPA. Não há informações do seu estado de saúde.

Após o crime, policiais militares realizaram buscas na região. Três dos quatro criminosos que atacaram o policiail, incluindo o que acabou ferido, foram presos. Um conseguiu fugir. O caso foi registrado na 74ª DP (Alcântara).

ESTADO GRAVE

O policial militar Leandro Moreira, baleado na noite de terça-feira durante uma tentativa de assalto na Rua Cruz e Souza, no Encantado, Zona Norte da cidade, segue internado em estado grave nesta manhã. Ele, que passou por uma cirurgia e estava internado no CTI do Hospital Salgado Filho, no Méier, foi transferido na tarde de ontem para o Hospital Central da PM, no Estácio.

O policial reagiu a um assalto e acabou baleado no tórax, costas e barriga. Segundo informou o 3º BPM (Méier), onde o PM é lotado, Leandro estava de folga no momento do ataque. O batalhão fez buscas nas região para prender os envolvidos no crime, mas não há informações de presos.

LEIA MAIS:

Policial militar é morto em tentativa de assalto na Pavuna

PM morto em emboscada é enterrado e Jair Bolsonaro presta solidariedade

Policial militar baleado em tentativa de assalto está internado em estado grave

Portal pede informações de suspeitos de matar dois policiais militares no Rio

PROCURA-SE

Também na terça-feira, o Portal dos Procurados divulgou cartaz que pede informações sobre suspeitos de envolvimento no assassinato de dois PMs. Um deles é o soldado da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Manguinhos, José Josenilson Alves dos Santos, 30 anos, que foi morto no domingo numa emboscada.

José saiu cedo para trabalhar, mas nunca chegou ao trabalho. Preocupada com o marido que não chegava após o plantão, sua mulher ligou para a unidade e descobriu que o soldado não havia chegado ao posto. Em seguida, ela soube que o corpo dele estava no Instituto Médico Legal (IML) do Centro. O policial foi morto com um tiro na cabeça, dois nas costas, um no braço e um no abdômen e seu carro foi encontrado com os dizeres "Morre PM" e "CV (Comando Vermelho) pichados na lataria.

Outro policial morto recentemente é Denilson Theodoro de Souza, 48 anos. Um dos responsáveis por fazer a segurança do prefeito Eduardo Paes, ele foi assassinado ao reagir a uma tentativa de assalto na Pavuna, também no domingo.

Últimas de Rio De Janeiro