Corpo de Bombeiros anuncia a criação de 51 postos de salvamento no estado

Segundo projeto, novos postos serão de madeira, sem muito luxo, mas funcionais

Por O Dia

Rio - O Corpo de Bombeiros do Rio anunciou que já iniciou o processo para construção de 51 novos postos de salvamento na orla fluminense. De acordo com o projeto, os novos postos serão de madeira, sem muito luxo, mas funcionais.

O comandante do Comando de Bombeiros de Área das Atividades de Salvamento Marítimo (CBA XI), coronel Marcelo Pinheiro, explicou que “a natureza da atividade de salvamento no mar é revestida de muita rusticidade e o posto em madeira se torna fundamental tanto para a logística, quanto para a visualização de afogados, servindo de referência para a população em casos de atendimentos diversos”.

O Posto Via 11, na Barra da Tijuca, servirá de modelo padrão das futuras instalações. Além de reforçar o número de postos na orla carioca, a ideia é expandir o projeto para outras praias da Região dos Lagos, Costa Verde e interior do Estado.

Projeto em andamento%3A posto na Barra%2C em madeira%2C será modeloDivulgação

O projeto foi elaborado por quem entende tanto de salvamento, quanto de construção: o o subtenente Athayde, do CBA XI, que trabalhou por muitos anos salvando vidas na Barra da Tijuca e é formado em Arquitetura. “Elementos como resistência, funcionalidade e preservação do meio ambiente foram levados em consideração na execução do projeto”, afirmou o subtenente.

Atualmente, são 900 os guarda-vidas. Ano passado foi realizado um concurso para mais 300. No entanto, os aprovados ainda não foram chamados. O valor dos novos 51 postos de salvamento não foi divulgado.

Últimas de Rio De Janeiro