Estado começa a aplicar na segurança verba recebida do Governo Federal

Dinheiro começa a ser repassado para servidores da segurança hoje. Agentes fazem protesto na Ilha nesta manhã

Por O Dia

Rio - O governo do estado começa a aplicar nesta segunda-feira na área de segurança a verba de R$ 2,9 bilhões, liberada pelo Governo Federal. O montante será destinado à segurança do Rio de Janeiro durante as Olimpíadas.

Com a entrada do dinheiro, o governo promete depositar hoje a segunda parcela dos vencimentos e benefícios de maio? aos servidores ativos, inativos e pensionistas da área de segurança, incluindo policiais militares e civis, bombeiros e os da administração penitenciária.

Também serão pagos esta semana nas contas dos agentes o Regime Adicional de Serviço (RAS) pendente do pagamento de junho, ?as gratificações referentes ao primeiro semestre de 2015 do Sistema Integrado de Metas (SIM), além do RAS olímpico aos policiais que vão trabalhar durante os Jogos, entre julho e setembro. Já  a premiação do Sistema Integrado de Metas. relativa ao segundo semestre de 2015, será paga na folha de agosto, no décimo dia útil de setembro.

O governador em exercício, Francisco Dornelles, disse que este será o evento olímpico mais seguro. "Eu posso garantir que, com os recursos enviados ao Rio pelo presidente Michel Temer e com o empenho das polícias Militar e Civil, vamos ter as Olimpíadas mais seguras da história", afirmou.

O restante do dinheiro também será usado para pagar o restante da folha de maio aos demais servidores ativos e inativos, além de pensionistas, previsto para entrar na conta também nesta segunda-feira.

Servidores da segurança fazem protesto na Ilha

Um grupo de servidores da segurança do estado realiza uma manifestação, na manhã desta segunda-feira, na Ilha do Governador, na Zona Norte da cidade. Com faixas e cartazes, cerca de 50 manifestantes caminham na Avenida 20 de Janeiro, pela pista do BRT, no sentido ao aeroporto.

Dentro do Aeroporto Internacional Tom Jobim, os manifestantes se agacharam em posição de rendição e simularam com bonecos mortes de policiais militares em ataques criminosos no Rio.

Agentes da Segurança Pública%2C entre policiais civis%2C militares e do Corpo do Bombeiros%2C em protesto no GaleãoWhatsApp O DIA (98762-8248)


Últimas de Rio De Janeiro