Jogador é espancado no Rio

Fábio Penchel, ex-Botafogo, foi atacado por assaltantes que levaram seu celular

Por O Dia

Rio - O ex-atacante do Botafogo e do Volta Redonda, Fábio Penchel, de 36 anos, foi espancado e assaltado na tarde de sábado, em Botafogo. Ele caminhava pela Rua Voluntários da Pátria, próximo à praia, quando foi surpreendido por dois assaltantes.

“Fui imobilizado e estrangulado. Enquanto um me segurava, o outro me batia, muito, no rosto. As pessoas se aproximaram e até um cachorro, que passeava com seu dono, colocaram os bandidos para correr. E eles fugiram com o meu celular”, contou Fábio, com dificuldade.

Fábio Penchel%2C ex-Botafogo%2C foi atacado por assaltantes que levaram seu celularErnesto Carriço / Agência O Dia

O jogador foi socorrido no Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro, e levou 16 pontos na boca. “Eram dois adultos, com idades entre 20 e 30 anos. Sou capaz de reconhecê-los”, disse ele, que ainda não registrou a ocorrência, mas garante que pretende fazê-lo assim que possível.

“A gente se sente impotente diante de um ataque como esse. A cidade está se tornando um caos. É só pegar o carro e circular para ver a onda de violência e desigualdade social que há aqui. Esse dinheiro da Olimpíada deveria ser utilizado para tantas necessidades mais urgentes. Mas a sociedade sofre com esse descaso”, comentou o jogador.

Sem clube há mais de um ano, Fábio mostrou bom humor quando perguntado se aceitaria jogar em algum time carioca, mesmo após o episódio de violência. “A gente se preocupa, claro, com os crimes que acontecem não só no Rio. Mas eu toparia, sim. Sou guerreiro. Já fui até para Arábia Saudita, então não teria problema algum”, brincou o jogador, que mora em Resende, na região Sul Fluminense.

Últimas de Rio De Janeiro