Procon descarta mais de 200 kg de produtos em estabelecimentos na Tijuca

Fiscais interditaram parcialmente ainda dois estabelecimentos por más condições de higiene

Por O Dia

Procon inutiliza 80%2C7 kg de alimentos no supermercado Mundial, na TijucaDivulgação

Rio - Em ações realizadas na semana passada, os fiscais do Procon Carioca descartaram mais de 180 kg de alimentos em supermercados na Tijuca, na Zona Norte do Rio. Ao todo, eles vistoriaram 12 locais pela Grande Tijuca. Na ocasião, a filial do Rede Economia, na Rua Torres Homem, em Vila Isabel, e a Padaria Fidalga, na Rua Conde de Bonfim, na Tijuca, foram interditadas parcialmente por más condições de higiene.

De acordo com o órgão, os fiscais constataram falta de higiene no açougue e nas câmaras frigoríficas da filial do Rede Economia. Além disso, o balcão de carnes expostas à venda foi interditado devido ao mau estado de conservação e só será liberado após a sua substituição. A equipe de fiscalização também determinou a troca da tampa da caixa de gordura. Procurada, a rede de supermercados ainda não se pronunciou sobre o caso até a publicação desta reportagem.

Já a Padaria Fidalga teve a cozinha interditada pelas más condições de higiene e foi notificada por outras infrações: alimentos armazenados de forma inadequada e a falta de informações sobre preço, data de fabricação e validade dos produtos em algumas embalagens. Na ação, os fiscais inutilizaram ainda 105,81kg de alimentos. No entanto, segundo o órgão, o estabelecimento já atendeu às exigências e voltou a funcionar normalmente.

O Supermercado Mundial, também na Rua Conde de Bonfim, foi notificado porque havia alimentos no freezer fora da temperatura indicada pelo fabricante. Com isso, 80,7 kg de produtos foram recolhidos da área de venda, na última quinta-feira. Em nota, a empresa afirma que "os pontos levantados nesta operação já foram corrigidos" e que preza "sempre pela qualidade dos produtos e serviços oferecidos aos seus clientes".

Na semana passada, o Procon ainda notificou duas lojas do Supermercado Prix: uma na Rua Conde de Bonfim e outra na Rua São Francisco Xavier. Os estabelecimentos foram notificados por irregularidades como a falta de higiene no setor de laticínios; produtos vencidos ou sem informação de data de fabricação e prazo de validade; armazenamento inadequado de produtos e ralos sem tela de proteção ou sem tampa.  Foram descartados ao todo 57,389kg de alimentos nos dois locais.

Em nota, a rede de supermercados SuperPrix destacou que "segue atentamente as normas e orientações estabelecidas pelos órgãos reguladores" e que "está avaliando todos pontos citados e tomará as medidas necessárias para que isso não volte a ocorrer no futuro".

Não foram encontradas irregularidades nos seguintes estabelecimentos: 

Supermercado Campeão (Avenida 28 de Setembro, 282 - Vila Isabel)

Supermercado Assaí Atacadista (Rua Uruguai, 329 - Tijuca)

Supermercado Ultra (Rua Conde de Bonfim, 867 - Tijuca)

Rede Economia (Rua Conde de Bonfim, 1.198 e Rua Mariz e Barros, 665 - Tijuca)

Supermercados Apolo (Rua Haddock Lobo, 327  e 338 – Tijuca)

Rede Quality Hortifruti (Rua Haddock Lobo, 437 – Tijuca)

Últimas de Rio De Janeiro