Polícia investiga desaparecimento de cobradora de ônibus na Baixada

Ela foi vista pela última vez no dia 30 de junho, quando saiu para trabalhar em São João de Meriti

Por O Dia

A trocadora de ônibus Vanessa da Silva Ernesto%2C de 33 anos%2C está desaparecida desde o último dia 30Reprodução Facebook

Rio - A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) está investigando o desaparecimento da cobradora de ônibus Vanessa da Silva Ernesto, de 33 anos. A mulher foi vista pela última vez no dia 30 de junho, quando saiu para trabalhar às 4h, na garagem da empresa Fabio's, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. De acordo com a polícia, um procedimento foi instaurado para apurar o caso.

De acordo com a mãe, Maria José Ernesto, Vanessa sempre avisava quando chegava no trabalho e mandava recados para saber como estava sua filha, de 14 anos. No entanto, na ocasião do paradeiro, ela não entrou em contato com Maria José. 

"Fomos até a empresa de ônibus, que fica a dez minutos da minha casa, e disseram que ela não foi trabalhar. Vanessa sempre fazia essa rotina e não notei nenhum comportamento diferente nela. Estou agoniada, estamos sem notícias dela há seis dias. Gostaria muito de reencontrar minha filha com vida. Só quero que esse sofrimento acabe", reforçou a mãe.

Além disso, Maria José contou que uma vizinha ouviu um grito e um barulho de carro próximo à empresa onde sua filha trabalha, mas não conseguiu ver se ela estava no local naquele momento. Ela lembrou ainda que encontraram um par de sapatos e vestígios de sangue na calçada perto da garagem.

Quem tiver informações sobre o desaparecimento de Vanessa pode entrar em contato com o Disque-Denúncia pelo telefone 2253-1177.


Últimas de Rio De Janeiro