Preso um dos acusados balear na cabeça atleta de tiro em falsa blitz

Anna Paula Cotta foi atingida enquanto passava na Avenida Martin Luther King, perto da saída da Linha Amarela

Por O Dia

Atleta olímpica foi baleada na cabeça em falsa blitzReprodução Internet

Rio - Policiais civis da 44ª DP (Inhaúma) prenderam, na manhã desta terça-feira, Wendel da Silva Fidelis Fraga, de 18 anos, acusado de ser um dos responsáveis por balear a atleta de tiro Anna Paula Cotta, de 27 anos, durante uma falsa blitz em Inhaúma, no dia 9 de julho. Wendel teve a prisão temporária decretada pela Jusitça. ele foi capturado na comunidade da Galinha, no Engenho da Rainha, Zona Norte, durante operação policial. 

Tiro na cabeça
A vítima foi baleada ao fugir de uma falsa blitz na via, em Inhaúma, a poucos metros da saída da Linha Amarela. Ela levou um tiro na cabeça e, mesmo ferida, dirigiu por 50 metros até bater no muro da estação do metrô de Inhaúma, a 200 metros da 44ª DP (Inhaúma).

Anna Paula é atleta praticante de tiro esportivo na modalidade tiro de ar comprimido. O pai da vítima, Marco Antonio Cotta, chegou a dizer que ela estava classificada para disputar as Olimpíadas do Rio, mas o Confederação Brasileira de Tiro Esportivo (CBTE) negou a informação. Segundo a CBTE, Anna Paula era filiada, mas não fazia parte da equipe brasileira que disputará da modalidade. 




'O crânio da minha filha rachou com o tiro', diz pai de atleta baleada na cabeça

Galeria: Atleta é baleada ao tentar fugir de assalto

Últimas de Rio De Janeiro