Sargento da PM é assassinado em operação na na Favela do Rola

Ele era lotado no 41º BPM (Irajá) e trabalhava no serviço reservado do quartel de Santa Cruz

Por O Dia

Sargento da PM morre após ser baleado durante operação na Favela do RolaReprodução Internet

RIO - O sargento PM Alexandre Moreira de Araújo, de 44 anos, foi morto em confronto com traficantes da Favela do Rola, em Santa Cruz, na manhã desta terça-feira. O policial participava de uma operação. O disparo atingiu o braço e perfurou a axila. O sargento Araújo foi socorrido para o Hospital Pedro II, mas não resistiu aos ferimentos. 

O policial participava de uma das operações que têm sido realizadas todos os dias pela Polícia Militar para capturar criminosos. Nesta terça, 31 batalhões atuam em comunidades da Região Metropolitana do Rio. A polícia informou que a operação na Favela do Rola continua em andamento.

Segundo o 27º BPM (Santa Cruz), Araújo havia se apresentado no quartel pela primeira vez na última sexta-feira e fazia sua primeira operação de rua nesta terça-feira. O PM era lotado no 41º BPM (Irajá) e estava trabalhando no serviço reservado.

Este ano, 56 policiais foram assassinados no Estado do Rio.

PM é morto na frente a família em Nova Iguaçu

A 34 dias dos Jogos Olímpicos, mais um policial militar foi executado a tiros no Rio no último sábado. O sargento Wendel de Paula Lima, lotado no Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTur), foi morto na frente da família, na Estrada de Austin, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. 

De acordo com informações de policiais do 20º BPM (Mesquita), ao perceber um roubo de um veículo que estava a sua frente, o PM tentou fugir de ré e colidiu com o carro com um automóvel que estava em sua traseira.

Os criminosos perceberam a ação e foram em sua direção. Segundo informações, ele teria saído do carro com as mãos para o alto, mas os bandidos teriam visto sua arma no banco do carro e dispararam quatro vezes contra o policial, que não resistiu aos ferimentos.




Últimas de Rio De Janeiro