Informe do Dia: Projeto de lei aumenta déficit deste ano para R$ 17,8 bilhões

Prejuízo em 2016 vai mais que dobrar. Governador em exercício, Francisco Dornelles, enviou documento à Alerj

Por O Dia

Rio - Governador em exercício, Francisco Dornelles enviou ontem à Assembleia Legislativa projeto de lei que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2016 e aumenta o déficit previsto para este ano. Pelos cálculos do governo, o prejuízo em 2016 vai mais que dobrar, passando de R$ 6,9 bilhões para R$ 17,8 bilhões.

Em sua justificativa para alterar a LDO, Dornelles cita dez vezes a palavra “petróleo” e cinco vezes “Petrobras”. O governador diz que “a crise da Petrobras potencializou” a queda da receita do estado e afirma que “a realidade conseguiu surpreender até mesmo os mais pessimistas”.

Confessionário
“Na prática, é o estado confessando que superestimou as receitas de 2016”, diz o deputado Luiz Paulo (PSDB).

Auditoria na saúde
A Secretaria Estadual de Saúde criou o Núcleo Avançado de Auditoria, que fiscalizará contratos assinados com organizações sociais (OSs). A nomeação dos sete servidores que compõem o NAA foi publicada no Diário Oficial de ontem, três dias após o Informe revelar aumento no orçamento de 2.709% no valor dos contratos entre 2012 e 2015. O NAA começará a auditoria pelos assinados em 2015.

O destino da grana
O governo definiu como gastará R$ 2,5 bilhões — de um total de R$ 2,9 bilhões — adquiridos junto à União para a segurança durante os Jogos: R$ 1,87 bilhão para a Polícia Militar; R$ 486 milhões para a Civil; R$ 169 milhões para a Secretaria de Administração Penitenciária. O restante fica para a Secretaria de Segurança, Fundação Santa Cabrini e Instituto de Segurança Pública (ISP). 

Jogando a rede
Fundadoras da Rede, Marina Silva e Heloísa Helena chegam hoje ao Rio para se reunir com pré-candidatos a prefeito do partido.

Prefeitura do Rio
Vice na chapa de Marcelo Crivella (PRB) para o Governo do Estado em 2014, General Abreu trocou de candidato este ano. Decidiu apoiar Flávio Bolsonaro (PSC).

Últimas de Rio De Janeiro