Polícia identifica mais três acusados de envolvimento na morte de policial civil

Ele foi baleado durante uma tentativa de assalto, no Viaduto do Gasômetro, Região Portuária, em abril deste ano

Por O Dia

Rio - A Delegacia de Homicídios da Capital (DH) identificou outras três pessoas acusadas de participar da morte do policial civil Rivagner Batista dos Santos, de 52 anos, em abril deste ano. O agente, que era lotado Delegacia de Repressão às Ações do Crime Organizado – Inquéritos Especiais (Draco-IE), foi baleado durante uma tentativa de assalto, no Viaduto do Gasômetro, Região Portuária. No último sábado, um adolescente foi apreendido pela DH e responde pelo fato análogo de latrocínio (roubo seguido de morte).

Rayene Rodrigues da Silva%2C a Monocó%2C e Aleksander da Conceição de Souza são procurados por morte de policial no GasômetroDivulgação

Segundo o delegado Fábio Salvadoretti, da DH, Rayene Rodrigues da Silva, a Monocó, Aleksander da Conceição de Souza, e Werneck Macedo Soares, todos de 19 anos, tiveram a prisão temporária de 30 dias decretada, na segunda-feira, pela Justiça. " Todos esses envolvidos são criminosos que vivem de roubo e possuem diversas passagens. Os três vão responder por latrocínio", ressaltou o policial, acrescentando que a participação de mais suspeitos no crime não está descartada. "As investigações vão prosseguir."

Ainda de acordo com o delegado, Werneck estava preso no Degase desde quinta-feira, já que contra ele foi cumprido um mandado de busca e apreensão de um crime quando ainda era adolescente. "Ontem (segunda-feira) conseguimos também cumprir o do latrocínio. É importante a divulgação das imagens dos envolvidos para que a população possa ajudar a polícia", destacou o delegado Fábio Salvadoretti.

Últimas de Rio De Janeiro