RioPrevidência desvalorizou R$ 28 bilhões em ativos entre 2011 e 2016

Queda ocorreu durante gestão de Gustavo Barbosa, recém-nomeado secretário estadual de Fazenda

Por O Dia

Rio - No período em que o recém-nomeado secretário estadual de Fazenda, Gustavo Barbosa, foi presidente do RioPrevidência (entre 2011 e 2016), o fundo responsável por gerir o pagamento de aposentados e pensionistas do estado desvalorizou R$ 28,1 bilhões em ativos — média de 5,6 bilhões por ano.

Em janeiro de 2011, o RioPrevidência contava com R$ 63,343 bilhões; no último levantamento disponível, referente ao primeiro trimestre de 2016, R$ 35,175 bilhões. Uma queda de 45%.

Déficit aumenta
Quando Barbosa assumiu o RioPrevidência, as despesas do fundo — majoritariamente para pagar a aposentados e pensionistas — superavam as receitas em R$ 825 milhões. Em sua gestão, o déficit aumentou 486%, atingindo a marca de R$ 4,835 bilhões. 

Explicações
Procurado pelo Informe, o governo atribuiu a atual situação do RioPrevidência a uma “questão de mercado e não de gestão”. E apontou as causas para a conta que não fecha: a queda do preço do barril de petróleo e o pagamento de R$ 50 bilhões em despesas previdenciárias no período. Mas será que este gasto não estava previsto?

Capitalização
“A receita da contribuição de ativos, inativos e pensionistas não dá conta do recado. Era preciso ter feito uma capitalização. Este foi o erro do estado”, avalia o deputado Luiz Paulo (PSDB), presidente da Comissão de Tributação da Assembleia Legislativa.

Contra-ataque
Pré-candidato de Eduardo Paes à prefeitura, Pedro Paulo Carvalho (PMDB) rebate declaração da adversária Jandira Feghali (PCdoB) à coluna. “Ela disse que a presença dela como relatora da Lei Maria da Penha vai me incomodar na campanha. Não vai. Eu respondo há muito tempo na Justiça, e o Ministério Público já até sugeriu o arquivamento.”

Lava Jato
E o peemedebista continua: “A Jandira, por sua vez, vai ter que se explicar na Lava Jato por recebimento de propina. Cada um com seus problemas.”

Picadinho

Cantora dos áureos tempos do rádio, Ditinha Viana autografa o livro ‘Contos cariocas’, amanhã, a partir das 20h, no Bar Cariocando, no Catete. Rua Silveira Martins 139.

Últimas de Rio De Janeiro