Reclamar Adianta: Vem aí o apagão

Corremos o risco de não ter energia elétrica suficiente se o PIB não crescer no país

Por O Dia

Rio - Como se sabe, para ligar uma lâmpada ou um computador são necessários três processos: geração, transmissão e distribuição. A geração de energia elétrica é feita por usinas hidrelétricas, termoelétricas etc. Já a transmissão — transporte de energia — é que é o grande problema do Brasil. Corremos o risco de não ter energia elétrica suficiente se o PIB não crescer. A estatal Eletrobrás, envolta em escândalos de corrupção, teve suspensa a negociação de suas ações na Bolsa de NY.

Para que as distribuidoras (Light e Ampla) distribuam energia, o país terá de resolver os problemas das transmissoras. Nossos problemas, portanto, não estão no início (geração) e nem na ponta (distribuição), e sim, no meio, na transmissão (Eletrobrás). Já começaram as quedas de energia em SP. A luz — amarela — está piscando perigosamente nessa área.

Multa indevida

Fiz um plano Oi fixo + internet. Fiquei um mês e 20 dias sem sinal. Reclamei várias vezes junto à Oi, mas o problema continuou. Pedi o cancelamento da linha, mas me cobraram R$232 de multa. É correto? Leandro Nascimento – Honório Gurgel, Rio de Janeiro.

A Oi entrou em contato com o cliente em 08/07 e informou que o valor em questão da multa será devolvida em sua conta corrente. Assessoria de Imprensa da Oi.

Vazamento de água

Minha mãe, uma idosa de 84 anos, desde o dia 3 de junho não tem água. Já fiz várias reclamações sem sucesso, inclusive na ouvidoria da Cedae. Socorro! Só a residência da minha mãe está com pouca pressão. Maria Julia Dionísio, Jardim Sulacap – Rio de Janeiro.

A Cedae informa que o serviço já foi realizado. Havia vazamento encoberto no local. O abastecimento já foi normalizado na residência da cliente desde a conclusão do reparo. Assessoria de imprensa da Cedae.

"Procure anotar as suas despesas, pois isso facilita muito para manter o controle ideal. Lembre-se, gastar mais do que ganha é sinônimo de problema", diz Hélio Cezar Donin Júnior, diretor da Donin ContabilidadeDivulgação

Estação da Penha

?Na estação da Penha as catracas estão sempre com defeito, os agentes nunca estão presentes, além do fato das composições abrirem as portas em ambos os lados somente em alguns momentos do dia, o que dificulta e muito a locomoção de pessoas com mobilidade reduzida. Felipe Botelho, Penha – Rio de Janeiro.

Em caso de falha no funcionamento das catracas das estações, acionamos imediatamente os técnicos para que os reparos sejam feitos o mais rápido possível. Em relação aos nossos agentes de controle, suas atividades de apoio ao cliente são variadas e não se limitam a uma área específica, como por exemplo, a plataforma. Sobre a abertura das portas dos trens, faremos uma apuração para revisar os procedimentos e orientações aos nossos maquinistas. Assessoria de Imprensa Supervia.

Plano de celular

Mudaram o meu plano de celular sem a minha autorização. Possuía o plano de R$19,90 que dava direito a ligações ilimitadas para Tim e Whatsapp. Alteram o valor do plano para R$ 35 e incluíram mais serviços. Quero a alteração para o plano antigo. Audia Ribeiro, Rio de Janeiro.

O Centro de Relacionamento com Cliente Tim entrou em contato com a cliente e lamentou o ocorrido, informando que sua linha já foi migrada para o plano anterior e a fatura com vencimento em julho, cancelada. Assessoria de imprensa da Tim.

Dúvidas frequentes

Com Juliana Costa Leal de Oliveira, advogada do escritório Areal Pires Advogados

Juliana Costa Leal de Oliveira%2C advogada do escritório Areal Pires AdvogadosDivulgação

Uma das conquistas da Lei do Estatuto do Idoso foi impedir que as operadoras de planos de saúde reajustassem as mensalidades dos beneficiários por mudança de faixa etária ao completarem 60 anos, mas a realidade é outra. Segundo a advogada especialista em Direito à Saúde, as operadoras, com a ANS, burlaram o estatuto e continuam a cobrar reajustes. “Para quem contratou antes do estatuto (dezembro de 2003), possui contrato com cláusulas que permitem o reajuste por faixa etária ao completar 60 anos ou mais, sendo essas cláusulas, aos olhos do CDC, ilegais e abusivas. E não se engane quem acha que por possuir plano contratado a partir de janeiro de 2004, data em que o estatuto entrou em vigor, está protegido da aplicação do reajuste ao se tornar idoso, pois o que as operadoras e a ANS permitiram, foi a cobrança desse reajuste antecipadamente, aos 59 anos. É cobrado do beneficiário de plano de saúde que completa 59 anos, 11 anos antecipados de reajuste, com aumentos expressivos que chegam a 100% ou mais”, diz a advogada.

?Coluna de Átila Nunes

Últimas de Rio De Janeiro