Vereador da Rede é alvo de denúncia

Ex-funcionária do gabinete foi à delegacia e disse que todo mês parte do salário era direcionada a bombeiros exonerados

Por O Dia

Rio - A poucos meses das eleições municipais, uma denúncia contra o vereador Marcio Garcia (Rede) deu início a uma investigação da Polícia Civil. No dia 18 de maio, uma ex-funcionária do gabinete do parlamentar foi à Delegacia Fazendária e afirmou que todo mês parte do seu salário era devolvida e direcionada para bombeiros exonerados da corporação. O vereador nega e afirma que o caso parece uma manobra para desacreditá-lo.

Garcia, que foi major dos Bombeiros e militante da causa, diz que já empregou sim parentes de bombeiros. “A denunciante trabalhava lá desde o início. Não é estranho que, às vésperas da eleição, resolva denunciar algo que ela estaria fazendo há anos?”, destacou.

Segundo o inquérito, a que O DIA teve acesso, a denunciante trabalhava duas vezes por semana no gabinete e tinha o salário de R$ 1,2 mil, mas o valor depositado variava de R$ 10 mil a R$ 13 mil. Ela relatou que o dinheiro era depositado sempre no dia 1º e que todo mês ia ao banco sacar a diferença para entregar a seus superiores. Garcia acredita que a denúncia pode ser coisa de inimigo político. A Polícia Civil informou, em nota, apenas que há investigação em curso.

Últimas de Rio De Janeiro