Ministério Público denuncia assessor de Eduardo Paes

Bernardo Fellows é acusado de agredir a ex-mulher Viviane Cristine Ferreira Lahmeyer no ano de 2014

Por O Dia

MP aceita denúncia contra assessor de Paes, Bernardo Fellows Reprodução Internet

Rio - O Ministério Público (MP) estadual denunciou ao 5º Juizado de Violência Doméstica o subchefe de gabinete do prefeito Eduardo Paes, Bernardo Fellows. O rapaz é acusado de agredir a ex-mulher Viviane Cristine Ferreira Lahmeyer no ano de 2014.

Segundo a advogada da vítima, Juliana Bierrenbach, a denúncia contra Bernado deve ser aceita nos próximos dias. "Viviane foi agredida durante todo o casamento. A última agressão que ela sofreu, que é a que estamos denúnciando, foi uma das mais leves. Ela só quer seguir a vida", disse Juliana. 

O caso de Bernardo Fellows veio à tona após a repercussão das acusações contra Pedro Paulo Carvalho — também acusado de agredir a ex-mulher, Alexandra Marcondes. 

"O fato da Viviane ter levado a denúncia contra o ex-marido adiante é extremamente significativo. Nenhum homem seja ele quem for tem o direito de agredir uma mulher. O Bernardo ameaçava tanto a vida dela, como a profissão, dizendo que ia mandar vigilância sanitária no consultório odontológico onde ela trabalha. A última ameça, que eu saiba, inclusive aconteceu há um mês", conta Juliana. 

Além deste caso, Bernardo tem ainda uma outra acusação na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam). Dessa vez a vítima é Patrícia Proença dos Santos, assessora parlamentar, com quem ele teria mantido um relacionamento amoroso nos últimos três anos.

Patríca fez o registro de ocorrência na Delegacia da Mulher de Jacarepaguá e o denunciou por ameaça. Em depoimento, Patrícia revelou que Bernardo se recusava a aceitar o fim do namoro e chegou a dizer que a mataria e cometeria suicído caso eles não voltassem. A Justiça chegou a determinar que Bernardo ficasse afastado pelo menos 200 metros da jovem.

Bernardo ingressou na prefeitura em 1º de junho de 2009, nomeado pelo então secretário da Casa Civil, Pedro Paulo Carvalho, que atualmente é secretário-executivo de Coordenação de Governo e que foi confirmado esta semana como candidato do PMDB para a sucessão de Eduardo Paes.

LEIA MAIS: Subchefe do gabinete de Paes também é acusado de agressão à mulher 

Pedro Paulo deixa secretaria para disputar prefeitura 

Pedro Paulo teria ameaçado sumir com a filha, diz ex-mulher em depoimento 

Pedro Paulo minimiza agressões a ex: 'Quem não tem uma briga, um exagero?' 

Pedro Paulo admite agressão à ex e diz que superou caso



Últimas de Rio De Janeiro