Ministério Público quer ter acesso aos documentos da Operação Lava Jato

Órgão quer dados para embasar procedimentos instaurados no Rio que apuram supostas irregularidades em contratos

Por O Dia

Rio - O Ministério Público do Rio de Janeiro quer ter acesso aos documentos da Operação Lava Jato. Os promotores pediram ao juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, os dados obtidos pela Polícia Federal durante as investigações da Lava Jato. O MP quer os documentos para embasar 15 procedimentos instaurados no Rio que apuram supostas irregularidades em contratos assinados pelos governos estadual e municipal.

Uma das investigações do MP do Rio é sobre a renovação dos contratos da Supervia. A empresa, que administra a malha ferroviária da região metropolitana, é controlada pela Odebrecht Mobilidade, um dos braços da construtora.

O MP do Rio quer também dados relativos a obras do Parque Olímpico. Eles pediram a Moro dados relativos as construtoras Odebrecht, Andrade Gutierrez, Camargo Correa, Carvalho Hosken e Concremat, que formaram o consórcio responsável pelas obras.

Últimas de Rio De Janeiro