Morador recolhe cápsulas de balas após intenso tiroteio no Complexo do Alemão

'Ninguém fala sobre o que vivemos em nossas casas', desabafou ele. Nesta manhã, PM e homem foram baleados

Por O Dia

Rio - Um morador do Complexo do Alemão, que preferiu não se identificar, recolheu dezenas de cápsulas de balas após o intenso tiroteio que ocorreu na comunidade da Zona Norte, na manhã desta quarta-feira. Durante a troca de tiros, um homem e um policial militar foram feridos. "Não temos culpa alguma disso acontecer. Ninguém fala sobre o que nós vivemos em nossas casas", desabafou o morador.

LEIA MAIS: PM é baleado durante confronto com traficantes no Complexo do Alemão

Morador recolhe cápsulas após intenso tiroteio no Complexo do AlemãoDivulgação

De acordo com ele, "os policiais sobem todo dia na estação do teleférico para atirar a esmo". "Vocês acham mesmo que lá de cima eles têm confições de acertar o bandido que está lá embaixo? Claro que não, eles acertam as casas e dentro dessas casas têm pessoas", reclamou o morador.

Segundo a polícia, o tiroteio ocorreu na Rua Joaquim de Queiroz. O agente foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Itararé, e, em seguida, transferido para o Hospital Central da PM, no Estácio. Mais cedo, por volta das 7h30, policiais foram recebidos a tiros durante operação na comunidade em repressão ao tráfico de drogas. A circulação do teleférico teve que ser interrompida por duas horas. 

Houve confronto na localidade conhecida como Largo do Samba e um homem ficou ferido. Ele foi socorrido para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, na Zona Norte do Rio. Uma mochila com carregadores de fuzil, artefatos explosivos e um rádio transmissor foram apreendidos na ação. 

Últimas de Rio De Janeiro