Metroviários aprovam estado de greve e serviço pode parar dia 3 de agosto

Sindicato da categoria e Metrô Rio se reúnem nesta quinta-feira para resolver impasse relacionado à reajuste anual

Por O Dia

Rio - Os metroviários do Rio aprovaram em assembleia, na noite desta quarta-feira, iniciar estado de greve. O Sindicato dos Metroviários do Rio de Janeiro informou que haverá reunião com representantes da concessionária MetrôRio hoje para uma tentativa de saída do impasse das negociações.

Segundo nota da instituição, se não houver uma solução, há o indicativo de paralisação do sistema metroviário a partir da meia-noite do dia 3 de agosto, às vésperas do início da Olimpíada. O metrô é considerado um dos principais meios de transporte para o acesso às instalações olímpicas da cidade.

O sindicato explicou que a data base para o reajuste anual dos metroviários do Rio de Janeiro é 1º de maio, mas que até agora os trabalhadores não receberam o aumento.

Em nota, o MetrôRio informou que, somente no ano de 2016, aumentou a oferta de oportunidades de emprego em 10%. "Em relação ao acordo coletivo, a Concessionária está empenhada para que a negociação salarial em curso seja concluída de forma satisfatória para os trabalhadores, conforme ocorreu nos anos anteriores.

Segundo a concessionária, uma nova rodada de negociação está marcada para o final da tarde desta quinta-feira. 

 

Últimas de Rio De Janeiro