Professores da Uerj suspendem greve

No entanto, ainda não há previsão para retorno das aulas. Na segunda-feira, os profissionais vão fazer outra assembleia

Por O Dia

Rio - Após quase cinco meses, os professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) suspenderam a greve, durante uma assembleia realizada nesta quinta-feira. De acordo com a Associação dos Docentes da Uerj (Asduerj), 161 profissionais votam a favor do fim da paralisação, 85 foram contra e houve quatro abstenções. Além disso, a categoria decidiu pelo retorno do estado de greve.

Professores da Uerj decidiram%2C durante assembleia nesta quinta-feira%2C suspender greve que durava há quase cinco mesesReprodução Facebook

Apesar do fim da paralisação ainda não há uma previsão para o retorno das aulas. Os estudantes da universidade ainda nem começaram o ano letivo. Os profissionais vão fazer uma nova assembleia na próxima segunda-feira para definir os próximos passos do movimento e o novo calendário de acadêmico.

LEIA MAIS

Por meio de hashtag, estudantes e professores pedem respeito à Uerj

?Servidores da Uerj protestam em frente ao prédio do secretário de Fazenda

Nesta quarta-feira, os professores tinham se reunido com líderes do governo, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), para discutir a pauta de reivindicações da categoria. Segundo a Asduerj, o estado se comprometeu a apresentar um novo projeto de lei "sobre a incorporação do regime de trabalho com Dedicação Exclusiva no salário base até o dia 15 de setembro". "No entanto, tememos que o acordo não seja cumprido mais uma vez", destacou, em nota, a associação.


Últimas de Rio De Janeiro