Cidade mais maravilhosa com Jogos

Bandeiras nas janelas, grafites, eventos por todos os lados e turistas animam o Rio

Por O Dia

Rosana e Junior aproveitaram ontem para curtir o CentroSandro Vox / Agência O Dia

Rio - Turistas brasileiros e estrangeiros e os próprios cariocas já aproveitam cada detalhe da cidade, que é sede das competições com os melhores atletas do mundo. Entre uma pedalada no Calçadão de Copacabana, pelos arredores das arenas esportivas da Barra da Tijuca ou em uma tarde pelas atrações do Porto Maravilha, é fácil notar que o espírito olímpico contagia a quem chega por aqui.

As ruas estão mais coloridas e com menos tapumes, à medida em que as obras terminam. Shows e feiras animam as praças e a rotina de quem mora na cidade já não é mais a mesma.

Recém-chegados de Brasília, Rosana Sandré, 43 anos, e Junior Sauer, 47, vieram para assistir às competições de ginástica artística e rítmica, paixão de Rosana, e fazem questão de deixar claro que a cidade está mais bonita e até o humor do carioca mudou. “Estão mais receptivos. Estive aqui há dois anos e dessa vez estão mais sorridentes”, diz Rosana.

Hospedado na Barra, o casal aproveitou a tarde de ontem para um passeio pelo Porto, no Centro, e o trajeto, contam, foi bem tranquilo. “Viemos (ao Porto) de táxi, mas não pegamos engarrafamento e o motorista soube chegar sem dificuldades”, explica Sauer. 

Já em Copacabana a publicitária Reca Meneses, 34, e o servidor, Luciano Amaral, 37, optaram por alugar bicicletas e dar uma pedalada pelo bairro já que o sol não firma para curtir a praia. “Estamos em um apartamento na altura do Posto 2 para evitar engarrafamentos, já que vamos assistir ao vôlei de praia na arena aqui perto”, diz Reca.

E quem anda rindo à toa é Adriana Brandão, jornaleira de uma banca que funciona bem próximo à entrada do Parque Olímpico, na Barra. “A movimentação de estrangeiros dá novo ar ao bairro”, diz ela que conta ainda que as vendas aumentaram 30% esse mês. Moradora do condomínio Cidade Jardim, na Barra, Louise Sousa, 56 anos, também está animada com a nova rotina, já que em seu condomínio hospeda cerca de 100 chineses.

Últimas de Rio De Janeiro