Professores da Uerj aprovam novo calendário do ano letivo

Docentes decidiram reiniciar aulas no dia 23 deste mês. Eles vão fazer protesto nesta quarta-feira no campus Maracanã

Por O Dia

Rio - Professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) aprovaram nesta terça-feira o novo calendário acadêmico. As aulas irão reiniciar no dia 23 deste mês após quase cinco meses em greve, suspensa na última quinta-feira. Os educadores vão fazer um protesto nesta quarta-feira às 13h no campus Maracanã da universidade, que está sendo usado pelo Comitê Olímpico Internacional (COI).

Novo calendário de aulas da Uerj após greve Divulgação Asduerj

De acordo com a Associação dos Docentes da Uerj (Asduerj), o ato contesta o número de recursos públicos gastos com os Jogos Olímpicos em enquanto a educação e saúde não recebem repasses necessários para atender a população.

"O COI ocupa boa parte do estacionamento da Uerj sem qualquer contrapartida. Nos foi informado que se responsabilizariam pela limpeza, mas esta foi feita pela Comlurb e unicamente no local utilizado por eles", relatou a Asduerj.

A situação do orçamento de 2017 é extremamente preocupante, segundo os professores, e será deficitário. A manifestação no campus vai ocorrer logo após uma sessão do Conselho Universitário para discutir o assunto e os novos passos do movimento.

Segundo o próprio reitor da Uerj à associação, o orçamento chegou a esse ponto por "limites impostos à Universidade pelo governo" e será necessário buscar outros meios de supri-lo.

Últimas de Rio De Janeiro