Cariocas têm dificuldade para tirar Carteira de Trabalho

Há meses tentando, população tem problemas para agendar horário nos postos de atendimento da cidade

Por O Dia

Rio - Não está nada fácil marcar um horário para ser atendido nos postos do Ministério do Trabalho no Rio. Pessoas que estão há meses tentando um agendamento contam que nunca há vagas e erros regulares na página do órgão também dificultam a operação que é feita online.

A advogada e sócia da Diprev Tijuca Assessoria Previdenciária, Elaine Apolinário, diz que costuma ajudar seus clientes a marcar o atendimento no site do Ministério, mas o sistema não é prático. “Quem programou esse sistema não o utiliza. Estou tentando agendar a emissão da carteira de trabalho de uma cliente há dois meses e nunca tem vaga. Já tentamos de tudo: entrar de manhã, à tarde ou de noite, trocar de navegador, até rezar”, desabafou.

A advogada Elaine Apolinário não consegue agendar horário no Ministério do Trabalho para sua clienteDivulgação

Muitos relatos no site ‘Reclame Aqui’ dão conta do mesmo problema. “Estou tentando há cinco meses e não consigo nem agendar. Já que educação, segurança e saúde não têm no país, pelo menos o direito de trabalhar eu posso?”, escreveu ontem uma pessoa que não se identificou.

E para conseguir dar entrada no seguro-desemprego a peleja não é menor. O auxiliar administrativo Pablo Saraiva, de 27 anos, entra diariamente no portal do Ministério do Trabalho há três semanas e até agora nada. “Já tentei em várias cidades, até no interior, não tem horário disponível. Me disseram para acessar o portal às 5h da manhã, mas não adianta. Parece que eles querem mesmo que o prazo para dar entrada no seguro-desemprego expire e a gente perca o benefício que é nosso direito”, falou ele.

A assessoria de imprensa do Ministério informou que as vagas são sempre liberadas às 6h e que o período está complicado por conta dos pontos facultativos decretados em cima da hora, fazendo com que diversos horários sejam remarcados. O órgão está realizando análises para identificar onde pode liberar mais vagas. O agendamento também pode ser feito pelo telefone 158 e usuários que comprovarem a urgência da emissão da carteira podem ir direto aos postos de atendimento.

Últimas de Rio De Janeiro