Ladrões sequestram ônibus e cruzam a cidade roubando passageiros

Eles anunciaram assalto em São Cristóvão, ordenaram que motorista seguisse pelo Túnel Rebouças e desceram na Lagoa

Por O Dia

Rio - Mesmo com todo o aparato de segurança na cidade por conta das Olimpíadas, uma dupla de ladrões não se intimidou com o forte esquema para garantir o ir e vir de cariocas e turistas aos eventos esportivos. Eles entraram em um ônibus da linha 485 (Fundão-Copacabana), anunciaram o assalto e obrigaram o motorista a cortar a cidade por outro itinerário diferente da linha, roubando cerca de 30 passageiros.

Segundo a 14ª DP (Leblon), os assaltantes anunciaram o assalto na Linha Vermelha, na altura de São Cristóvão, e ordenaram que o motorista seguisse em direção ao Túnel Rebouças, sentido Zona Sul, saindo da rota do ônibus. Depois de roubarem todos os passageiros, eles desembarcaram sem maiores problemas na Lagoa, na Praça Marcos Tamoyo, logo depois da saída da via expressa. Foram mais de 12 quilômetros percorridos e de pânico para quem estava no veículo.

Os bandidos subiram no Fundão, próximo ao Aeroporto do Galeão, onde milhares de turistas chegam diariamente e há um forte esquema de segurança. De acordo com a 14ª DP, as investigações foram iniciadas e serão prosseguidas pela 17ª DP (São Cristóvão), na busca de identificar e localizar os autores do ousado assalto. Vítimas prestaram depoimento na delegacia do Leblon.

Uma das vítimas, que não quis se identificar, informou à TV Globo por telefone que um rapaz que estava no fundo do ônibus levantou, pulou a roleta e falou com outro que estava sentado na escada. Em seguida, anunciaram o assalto e pediram para que as pessoas ficassem calmas, entregassem os pertences e não reagissem. Eles estavam armados. Enquanto um rendia o motorista, o outro colocava os objetos roubados em uma sacola. "A gente passou por algumas viaturas policiais, mas não adiantou de nada, o motorista seguiu." 

Oitenta e cinco mil agentes foram empregados para reforçar o esquema de segurança no Rio de Janeiro durante a Olimpíada — 47 mil das forças de segurança pública, entre guardas municipais, policiais federais, civis e militares e da Força Nacional de Segurança; e 38 mil do Exército, Marinha e Aeronáutica.

Com informações do Estadão Conteúdo

Últimas de Rio De Janeiro