Carro da Força Nacional é atacado a tiros em comunidade da Zona Norte

Três agentes estavam no veículo e dois foram atingidos, um deles na cabeça. Ele está internado em estado grave

Por O Dia

Rio - Um carro da Força Nacional de Segurança foi atacado a tiros na Vila do João, no Complexo do Maré, na Zona Norte, na tarde desta quarta-feira, deixando policiais baleados. A equipe tentava entrar na Linha Amarela em direção ao Parque Olímpico, mas entrou na comunidade por engano. Em áudio obtido pelo DIA, um agente, que depois chegou a sair do veículo, contou que eles estavam em direção ao Centro do Rio no momento em que foi abordada por homens armados no local. Na manhã desta quinta-feira, a segurança na Vila do João amanheceu reforçada por integrantes da Força Nacional, que fazem um cerco nos acessos à comunidade onde os militares foram atacados. Um deles está internado em estado grave após levar um tiro na cabeça.

Carro da Força Nacional foi atacado a tiros na Vila do João%2C na Zona Norte%2C na tarde desta quarta-feiraWhatsApp O DIA (98762-8248)

De acordo com os militares, três pessoas ficaram feridas no momento do ataque. Militares do Exército e um taxista auxiliaram no socorro das vítimas. O caso mais grave foi com o soldado Helio Andrade, baleado na cabeça e passará por uma cirurgia no Hospital Municipal Salgado Filho, também na Zona Norte. Além disso, ele também precisou de uma transfusão de sangue.

O capitão Allen Marcos Rodrigues Ferreira, do Acre, foi atingido por estilhaços no rosto, levado ao Hospital Municipal Evandro Freire, na Ilha do Governador, na Zona Norte, mas já foi liberado. A dupla estava ainda acompanhada do soldado Rafael Pereira, do Piauí, que não se feriu, mas ficou em estado de choque e está em observação.

Equipe da Força Nacional foi alvo na Vila do JoãoArte O Dia

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, foi ao hospital onde Helio está internado, e lamentou o ocorrido. Ele disse que a Força Nacional já está com as investigações estão em andamento para identificar os suspeitos de atirar no carro. "Para que possamos avaliar os fatos que levaram a isso e para que possamos dar respostas", acrescentou.

A viatura foi localizada por policiais do Batalhão de Policiamento em Vias Expressas (BPVE). A Delegacia de Homicídios da Capital (DH) foi acionada para o local e ainda investiga o caso.

 

Últimas de Rio De Janeiro