Portal pede informações sobre estudante e manicure desaparecidas no Rio

Jovem, de 18 anos, fugiu de casa no dia 9 de abril. Já a outra mulher, de 32 anos, foi vista pela última vez há 45 dias

Por O Dia

Rio - O Portal dos Desaparecidos divulgou um cartaz, na noite desta quinta-feira, pedindo mais informações sobre a estudante Yasmin Rodrigues, de 18 anos, e da manicure Vanessa Souza, de 32 anos, que estão desaparecidas. A jovem fugiu de casa, em Austin, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, no dia 9 de abril. Já a outra mulher foi vista pela última vez há 45 dias. Ela teria saído de casa para amolar um alicate em Santa Cruz, na Zona Oeste, onde mora com um casal de filhos e o marido.

Segundo a polícia, os perfis de Yasmin nas redes sociais foram apagados e o WhatsApp, desabilitado. Essa já é a segunda vez que ela foge. Na primeira vez, no início do ano, ela sumiu por sete dias. De acordo com a família, ela não tinha namorado e também nunca houve nenhum tipo de discussão que justificasse o comportamento.

Portal dos Desaparecidos pede informações sobre uma estudante e uma manicure que estão desaparecidasDivulgação

Um dia após ter desaparecido, Vanessa teria sido vista no bairro de São Cristóvão, na Zona Norte, onde possui parentes. No entanto, ela não foi encontrada. Uma mensagem muito estranha, segundo familiares, trocado em uma rede social, entre a suposta desaparecida e sua irmã, levou o desespero aos parentes. 

Na conversa, a irmã pedia para ela dizer onde estava. Mas a pessoa que falava — que não é certeza se era mesmo Vanessa — apenas se limitou a dizer que estava tudo bem.

No caso de Yasmim Rodrigues, foi feito um registro de ocorrência 58ª DP (Posse/Nova Iguaçu) e o caso de Vanessa Souza está a cargo da Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA).

Quem tiver informações sobre a localização da estudante Yasmim ou da manicure Vanessa, por favor informar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram (21) – 96802-1650, pela pagina do Facebook dos Desaparecidos - (inbox) - https://www.facebook.com/desaparecidos.org/, ou pela mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177.

Últimas de Rio De Janeiro