Fabiano Horta lidera pesquisa em Maricá

Candidato do PT tem 39% das menções, contra 37% de Marcelo Delaroli, do DEM, segundo Ibope

Por O Dia

Rio - O deputado federal Fabiano Horta, do PT, é o líder nas pesquisas de intenção de votos para prefeito de Maricá, segundo pesquisa do Ibope, realizada de 6 a 9 de agosto. Ele tem 39% das menções, contra 37% de Marcelo Delaroli, do DEM. A vantagem se amplia para 15 pontos e deixa para trás o empate técnico quando os pesquisados associam os candidatos a seus apoiadores. Ao serem informados de que Horta é apoiado pelo atual prefeito, Washington Quaquá, 48% dos entrevistados optaram por ele. Em segundo ficou novamente Delaroli, que tem como patronos políticos os ex-prefeitos Uilton Viana e Ricardo Queiroz, com 33%.

Horta é apoiado por Quaquá%2C que é aprovado por 49% da populaçãoReprodução

Outra pergunta do questionário do Ibope ajuda a explicar o motivo da ampliação da vantagem de Horta quando associado ao atual prefeito de Maricá. O instituto pediu aos pesquisados a avaliação da atual administração municipal. Aproximadamente dois terços dos respondentes (62%) disseram que aprovam a maneira como o prefeito Washington Quaquá vem administrando a cidade. Os que desaprovam somam 33% e 5% não sabem ou não opinam.

Além disso, o prefeito Quaquá tem avaliação positiva (ótima ou boa) de quase metade dos entrevistados (49%). É considerado regular por 34%. Ou seja: os que dão ao atual prefeito os conceitos ótimo, bom e regular chegam a 83%. Ruim ou péssimo, apenas 16%.

Entrevistados que não sabem ou não respondem são 1%. Nos dois levantamentos, o candidato Doutor Carolino, do PDT, fica em terceiro lugar. Foram entrevistados 602 eleitores. A margem de erro é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos.

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral. A pesquisa, contratada por E.L. Midia Editora Ltda EPP/ Diário da Costa do Sol, foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o protocolo Nº RJ-06455/2016.

Últimas de Rio De Janeiro