Vídeo mostra chegada de americanos na Vila Olímpica após assalto

Caso de roubo sofreu reviravolta após imagens flagrarem eles chegando à Vila com pertences que teriam sido levados

Por O Dia

Rio - Imagens do momento em que os quatro nadadores americanos, que disseram ter sido assaltados no Rio, chegam à Vila Olímpica foram divulgadas nesta terça pelo jornal britânico ‘Daily Mail’. Segundo a versão dos atletas, eles foram roubados na saída de uma festa na Lagoa quando o táxi em que pegaram para voltar à Vila foi parado por homens que se apresentaram como policiais. O vídeo foi gravado por volta das 7h, três horas depois do momento em que os atletas disseram ter saído da festa.

De acordo com o ‘RJ TV’, da TV Globo, policiais assistiram ao vídeo e estranharam o fato de os atletas terem chegado aparentemente calmos ao local. Segundo os agentes, nas imagens, os americanos não parecem estar tão bêbados como afirmaram em depoimento à polícia, quando disseram que não reconheceriam o lugar onde o susposto assalto aconteceu ou o tipo de táxi que pegaram.

Vídeo mostra nadador chegando à Vila com pertences que teriam sido roubadosReprodução Vídeo

Um dos atletas que afirmaram ter sido assaltados é o medalhista olímpico Ryan Lotche, que aparece no vídeo brincando, atirando a credencial em um companheiro, Jimmy Feigan.

As investigações sobre a denúncia de assalto continuam. Ryan Lochte prestou depoimento no domingo à noite, na Delegacia de Atendimento ao Turista (Deat), no Leblon. O atleta repetiu a versão que um dos colegas contou à polícia e disse que estava bêbado e não lembra detalhes do assalto. Também no depoimento à polícia, os atletas disseram que os ladrões levaram dinheiro e carteiras deles, mas deixaram relógios e celulares.

A polícia ainda procura o motorista do táxi que levou os nadadores de uma festa na Zona Sul para a Vila Olímpica, na madrugada de domingo. A polícia já tem as imagens do posto de gasolina, onde os atletas pegaram o táxi, e busca registros de câmeras de segurança que ficam no trajeto, até a entrada da Vila dos Atletas.

À rede americana NBC, Ryan Lochte contou que homens pararam o táxi, mostraram distintivos e apontaram uma arma para os atletas que foram obrigados a deitar no chão, enquanto tinham as carteiras roubadas.

Últimas de Rio De Janeiro