Guardas prendem cambista americano com ingressos falsos para as Olimpíadas

Acusado também portava documento de identidade falso

Por O Dia

Rio - Guardas municipais prenderam, na noite de quarta-feira, o cambista norte-americano Justin Daniel Sotoodeh Mcnel, de 20 anos, acusado de vender ingressos cancelados da final da disputa do vôlei de praia na praia de Copacabana. Com ele, foram apreendidos 51 ingressos ilegais, de reimpressões.

Os guardas estavam em patrulhamento quando presenciaram a discussão entre o cambista e dois brasileiros que tinham comprado dois ingressos pelo valor de R$ 500 cada. Ao chegar na bilheteria, foram informados que os ingressos já haviam sido reimpressos e não tinham mais validade. As vítimas então percorreram a orla e encontraram o acusado, que se recusou a devolver o valor pago.

Acusado também portava documento de identidade falso Divulgação

Ao ser abordado pelos guardas, Justin apresentou uma carteira de habilitação expedida com nome de Luciano Bonucci que, após checagem na 12ª DP (Copacabana), foi verificada que era falsa. O americano foi indiciado por estelionato e falsificação de documento (artigos 171 e 304 do Código Penal Brasileiro). Na delegacia, também foram apreendidos o passaporte e o telefone celular do acusado.

Últimas de Rio De Janeiro