Professor de jiu-jítsu morre afogado na Praia de Ipanema

Jódy Soares de Oliveira morava em Brasília e estava no Rio para acompanhar os jogos olímpicos

Por O Dia

Rio - O professor de jiu-jítsu e personal trainer Jódy Soares de Oliveira morreu afogado na manhã desta quinta-feira na Praia de Ipanema, na altura do Posto 10. Jódy morava em Brasília e estava no Rio para acompanhar os jogos olímpicos. 

Jódy foi à praia de manhã com um grupo de amigos e não conseguiu sair do mar após mergulhar. Ele chegou a ser socorrido por salva-vidas e levado para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, onde faleceu.

Horas antes de morrer, Jódy havia publicado foto na Internet dizendo que assistiria ao jogo de tênis de mesa, esporte que ele praticava na capital federal. 

Jódy Soares de Oliveira morreu após afogar na altura do Posto 10%2C em Ipanema Reprodução

Jódy estava no Rio desde a semana passada e trabalhava em uma academia no Lago Sul, na capital federal. Parentes estão vindo para o Rio, nesta quinta-feira, para autorizarem a liberação e o translado do corpo. 

Nas redes sociais parentes e amigos lamentaram a morte do professor de educação física.

A Federação de Jiu-Jitsu do Distrito Federal publicou uma nota de pesar. "Infelizmente, hoje, nos despedimos de mais um faixa preta do mundo da luta. Grande Luizinho, é assim que nós sempre nos lembraremos de você: um cara imensamente tranquilo e humilde! Nessa imagem, Luizinho (direita) e Mestre Piezi (esquerda) estavam no "Brasiliense No Gi", onde iriam lutar, mas Luizinho reconheceu a grandeza de um mestre e deu a vitória ao oponente! Perdemos hoje, um amigo, um juiz, um homem temente a Deus e guerreiro dos tatames! Vá em paz, grande amigo @luizrobertojj!!!! Sentiremos sua falta em todos os campeonatos de Brasília!"

Últimas de Rio De Janeiro