Por gabriela.mattos
Maquinista da SuperVia é linchado após atropelar duas mulheres na via férrea%2C próximo à estação do Jacarezinho%2C na Zona Norte do RioWhatsApp O DIA (98762-8248)

Rio - O maquinista de um trem que atropelou duas mulheres, próximo à estação do Jacarezinho, no ramal Belford Roxo, foi linchado, no início da tarde desta sexta-feira. Segundo as primeiras informações, ele teria sido agredido por traficantes da comunidade da Zona Norte, mas a polícia ainda está investigando o crime. O homem foi socorrido por funcionários da SuperVia e encaminhado ao hospital.

Na tarde desta quinta-feira, duas mulheres morreram após serem atropeladas por um trem. Deusa Gonçalves, de 67 anos, e Aline Ramiro, de 21 anos, chegaram a ser levadas para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro, mas não resistiram. Segundo o presidente da ONG Rio de Paz, Antonio Carlos Costa, elas eram avó e neta.

Filho de Deusa e tio de Aline, Marcos Gonçalves, de 47 anos, disse que o trem não deu "o sinal obrigatório que tem de dar naquela região". "Lá é uma curva e, necessariamente, o maquinista tinha que ter avisado. Muitas pessoas atravessam naquela faixa", destacou.

A concessionária ressaltou que as vítimas acessaram indevidamente a via férrea por meio de uma passagem clandestina. A concessionária informou ainda que está prestando auxílio médico hospitalar e psicológico ao maquinista. "O funcionário se encontra plenamente assistido e fora de perigo", contou, em nota.

O enterro das vítimas estava previsto para este sábado, no Cemitério de Inhaúma, também na Zona Norte, mas, por falta de vaga, deve ser adiado para este domingo. 


Você pode gostar