Hospitais de Japeri estão sem insumos

Prefeitura culpa vereadores, que elevaram próprios salários e não aprovam alta no orçamento

Por gabriela.mattos

Rio - Uma disputa entre a Câmara dos Vereadores e a Prefeitura de Japeri, na Baixada Fluminense, está deixando os hospitais do município sem materiais para atender a população e as escolas sem merenda. Segundo a administração municipal, o motivo da falta de recursos é a demora do legislativo em aprovar a proposta de 5% de suplementação orçamentária, que é o percentual do orçamento que poderia ser remanejado para atender às pastas mais necessitadas, como a da Saúde e da Educação.

Ontem, estudantes e funcionários destas duas áreas fizeram manifestação em frente à Câmara de Vereadores de Japeri. Os manifestantes pediam a aprovação da proposta de suplementação e contra a falta de merenda nas escolas e de medicamentos nas unidades de saúde do município.

Estudantes e funcionários municipais fizeram manifestação ontemWanderson Oliveira

Enquanto a proposta não é votada, na semana passada os vereadores aprovaram o aumento dos próprios salários, de R$ 8.680 para R$ 10.500.

“É uma injustiça os vereadores aumentarem seus salários e não votarem em algo que vai beneficiar a população que os elegeu”, disse o estudante universitário Igor Victor Domingos Pereira, de 20 anos, um dos líderes da manifestação.

O vereador Luizinho Jaceruba garantiu que a suplementação orçamentária será votada em 1º de setembro. “A Câmara está em período de recesso e retorna aos trabalhos na próxima semana, quando o processo será votado”, afirmou.

Em nota, a prefeitura afirma que os vereadores deixaram de votar a proposta de suplementação, enviada no início do ano, e que, por causa disso, está começando a faltar insumos, como seringas e oxigênio nas clínicas, merenda, além de enfrentar dificuldades de manter salários em dia.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia