Polícia prende chefe do tráfico de drogas de comunidade em São Gonçalo

PMs chegaram até o suspeito por meio de uma denúncia no WhatsApp

Por O Dia

Policiais Militares do 35º BPM prendem chefe do tráfico após receberem denúncia pelo WhatsappDivulgação

Rio - Os policiais do 35º BPM (Itaboraí) prenderam, na tarde desta quarta-feira, um suspeito de chefiar o tráfico de drogas na comunidade da Barreira, em São Gonçalo, após receberem uma denúncia pelo WhatsApp. Conhecido pelos apelidos de Gordinho da Mangueira, Robozinho e Robô, Rodrigo Jaccoud, de 37 anos, foi encontrado no bairro Aldeia Velha, em Silva Jardim, no Norte Fluminense, acompanhado de um menor de 17 anos.

No momento em que foi preso, Rodrigo e o adolescente estavam em uma moto sem placa. De acordo com a polícia, o suspeito era considerado um dos criminosos mais perigosos de São Gonçalo e uma das principais lideranças da facção criminosa Comando Vermelho.

O Portal dos Procurados já tinha oferecido uma recompensa de R$ 1 mil por informações que levassem à captura de Rodrigo. Em uma de suas passagens, ele foi libertado do sistema penitenciário no ano de 2009, após oito homens armados com fuzis entrarem na Polinter, no Grajaú, Zona Norte do Rio e libertarem 30 homens, entre eles o Rodrigo, sem disparar sequer um tiro.

Ele teria ido para o Complexo do Alemão em 2010 e acabou fugindo após a ocupação por forças de seguranças do Estado, sendo preso em Itaboraí poucos dias depois, após uma denúncia anônima. Ele também chegou a gerencias pontos de drogas no Morro da Mangueira, Zona Norte do Rio.

O homem é acusado de matar Denilson Carola dos Santos, o ‘Denilson do Parapente’, mais conhecido como ‘Primo’, em março de 2015, o qual mantinha uma pensão no alto da Serra do Camburi, no bairro Pindobas, em Maricá, e teria denunciado a instalação de um ponto de drogas pelo traficante.

Ele também é suspeito de envolvimento na morte do subtenente da PM Cláudio Souza Santos, de 53 anos - executado a tiros no bairro Mundel, em São Gonçalo, em maio deste ano, porque teria ido de encontro ao implante de pontos de drogas em um Conjunto do Minha Casa Minha Vida, na região.

Preso em 2010, acabou fugindo após receber benefício do semi-aberto, no Instituto Penal Edgard Costa, em fevereiro de 2014, e era considerado Evadido do Sistema Penitenciário.

Rodrigo foi levado para Delegacia de Homicídios Niterói/São Gonçalo/Itaboraí (DHNSGI) onde foi feito registro de ocorrência e de lá será levado para um presídio onde ficará à disposição da Justiça.

Quem tiver informações sobre a localização de foragidos da Justiça, favor informar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram (21) – 96802-1650, pela pagina do Facebook dos Procurados - (inbox) - https://www.facebook.com/procurados.org/, pela mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177 ou pelo aplicativo.

Últimas de Rio De Janeiro