Padre Omar: Pilares da vida cristã

Nosso testemunho tem a potência necessária para alcançar muitos corações para Deus

Por O Dia

Rio - Já notou que as grandes expectativas que temos geralmente são frustradas porque costumamos nos considerar melhores ou mais merecedores do que os outros? É assim diante de uma oportunidade de emprego, diante de alguém com quem se sonha um relacionamento... Parece que faz parte de nós esse sentimento de superioridade. Mas Deus ensina a viver na contramão dos costumes sociais, que, muitas vezes, segregam. Veja duas lições que Jesus ensina no Evangelho de hoje:

1 - “Mas, quando tu fores convidado, vai sentar-te no último lugar. Assim, quando chegar quem te convidou, te dirá: ‘Amigo, vem mais para cima’. E isto vai ser uma honra para ti diante dos convidados. Porque quem se eleva será humilhado e quem se humilha será elevado”. (Lc 14, 10-11)

Talvez você pense que Jesus, nesta passagem, ensina a agir com esperteza... Mas o que Ele pretende é orientar para que não adotemos uma postura de autossuficiência.

2 - “Quando deres uma festa, convida os pobres, os aleijados, os coxos, os cegos. Então tu serás feliz! Porque eles não te podem retribuir. Tu receberás a recompensa na ressurreição dos justos”. (Lc 14,13-14)

Ele também mostra a importância de não esperarmos das pessoas nenhuma retribuição pelo que fazemos. Tudo isso porque três são os pilares que sustentam a nossa vida de cristãos: graça, gratidão e gratuidade. O ideal é reconhecermos que tudo vem de Deus (graça) e nada é apenas mérito nosso (autossuficiência) — o que deixa nosso coração agradecido (gratidão) e nos leva ao encontro do outro em suas necessidades (gratuidade). Quem vive essa dinâmica não será envergonhado!

Nosso testemunho tem a potência necessária para alcançar muitos corações para Deus. Creia nisso e siga em frente! Ele conta conosco!

Últimas de Rio De Janeiro