Em busca da reeleição, Nelson Bornier faz campanha em Nova Iguaçu

Atual prefeito do município conversou com moradores, comerciantes e lideranças comunitárias nesta sexta-feira

Por O Dia

Rio - Candidato à reeleição, o atual prefeito de Nova Iguaçu, Nelson Bornier (PMDB), fez campanha eleitoral, no bairro Jardim Tropical e seguiu até o Rancho Novo, nesta sexta-feira. Na ocasião, ele estava acompanhado da filha, Flávia Bornier, de secretários, vereadores, cerca de 200 candidatos à Câmara Municipal e militantes.

Com bandeiras e faixas, centenas de pessoas receberam Bornier na Praça de Jardim Tropical, por volta das 18h30, gritando "Iguaçuano com amor bate no peito, quero avançar com Bornier, o meu prefeito" ao ritmo dos carros de som.

Pelas ruas dos bairros de Nova Iguaçu, o candidato à reeleição conversou com moradores, comerciantes e lideranças comunitárias. Para Bornier, o corpo a corpo é uma "excelente maneira de estar mais perto do eleitor para ouvir o que ele tem a dizer e detalhar também suas propostas de governo".

Nelson Bornier fez campanha em Nova IguaçuDivulgação

"A comunidade já sofre com a crise econômica que assola o país, com o desemprego e outros problemas comuns ao seu dia a dia. Como prefeito, temos a obrigação de atenuar esse sofrimento, garantindo a essas pessoas o mínimo de qualidade de vida", observou Bornier.

Ele explicou ainda que o fato de "liderar uma das maiores coligações no Estado do Rio de Janeiro", faz com que aumente a sua responsabilidade para garantir que a mudança vai continuar em Nova Iguaçu.

"Vejo que a campanha está crescendo muito em todos os setores da vida da cidade. O povo iguaçuano demonstra que está novamente preparado para exercer o seu sentimento de democracia", frisou.

Além do PMDB, Bornier está sendo apoiado pelo PP, DEM, PTB, PV, PSD, PSB, PROS, PSC, PHS, PMN, PTC, PRP, PSDC, PTN, PMB ePSL. "Foi uma caminhada muito boa, em clima de bastante euforia. Fiquei feliz. É muito bom ir às ruas, porque você sente as pessoas, ouve o que elas pensam. E quando se está sendo avaliado pelo o que se fez, aí acontece uma eleição de verdade", avaliou o candidato à reeleição.

Últimas de Rio De Janeiro