Segurança de condomínio é suspeito de matar médica em Búzios

Filipi Batista Francelino trabalhava para empresa de vigilância contratada pelo condomínio onde a médica passava fins de semana

Por O Dia

Segundo a polícia%2C Filipi Batista Francelino é o autor do crime contra a médica Maria Júlia Matteotti CavalcantiDivulgação

Rio - Um dos seguranças contratados pelo condomínio onde foi assassinada a médica Maria Júlia Matteotti Cavalcanti Martins de Oliveira, de 66 anos, foi identificado pela polícia como autor do crime. Filipi Batista Francelino, de 31 anos, está foragido.

O corpo de Maria Júlia foi encontrado amarrado em uma casa no Bairro Baía Formosa, em Búzios. A médica costumava passar os fins de semana nesta casa. O local estava arrumado e não havia sinais de arrombamento.

As investigações sugeriram o envolvimento de Filipi. Cumprindo mandado de busca e apreensão na casa do segurança, peritos da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG) examinaram roupas, objetos e o carro do suspeito, e encontraram marcas de sangue da vítima.

Quem tiver qualquer informação da localização do foragido pode entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cidadão (CAC) pelos telefones pelos telefones (21) 2334-8823, (21) 2334-8835 e pelo bate-papo https://cacpcerj.pcivil.rj.gov.br?

 


Últimas de Rio De Janeiro