Alunos com deficiência se juntam a outros no 'Portas Abertas para a Inclusão'

Crianças do projeto se revezam em modalidades como Futebol de Pano, Vôlei Sentado, entre outras

Por O Dia

Escola recebeu o projetoDivulgação

Rio - Na Escola Municipal Floriano Peixoto, 15 alunos com deficiência se juntam a outros para se revezar em modalidades como Futebol de Pano (no chão, sentado na cadeira e em pé), o Vôlei Sentado, a Corda Amiga, o Pique Sensorial (com os olhos vendados), além do Slackline e do Reaction Ball.

A escola é uma das 11 do Rio que participaram do projeto ‘Portas Abertas para a Inclusão’, do Unicef e Instituto Rodrigo Mendes, com apoio da Fundação FC Barcelona.

“Esse projeto é muito bom e faz a alegria de todo mundo”, diz Laís Carlos de Almeida, 10 anos, que tem uma deficiência no braço. Para o professor de Educação Física Antônio Carlos de Souza, a Paralimpíada ajudou a estimular o espírito competitivo das crianças do projeto.

Últimas de Rio De Janeiro