Justiça bloqueia R$ 9,8 milhões de conta do Comitê Rio 2016

De acordo com o processo, a organização pediu 8 mil itens adicionais a 23 dias da Olimpíada, mas não pagou a Euromedia Company

Por O Dia

Rio - O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) determinou, na tarde desta quinta-feira, o bloqueio de R$ 9,8 milhões das contas do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos. No processo, aberto no dia 29 do mês passado, a empresa Euromedia Company afirmou que a organizção não pagou o material adicional pedido a 23 dias antes de começar o evento.

De acordo com a empresa ucraniana, o comitê soliciou 8 mil itens além do que já tinha pedido inicialmente, como faixas, banners e bandeiras. Por isso, o valor do serviço aumentou. A Euromedia afirmou ainda que, por causa do menor tempo de entrega, o transporte dos produtos teve ainda que ser feito pelo ar e não pelo ar, como é feito normalmente.

Segundo a Euromedia, o comitê aceitou os novos custos e disse que reembolsaria a empresa integralmente em até 36 horas depois de receber o material adicional. No entanto, o pagamento não foi feito.

A empresa afirmou que ficou com problemas de fluxo de caixa, com dívida de um pouco mais de US$ 591 mil, o equivalente a R$ 2 milhões, por causa dos custos do transporte aéreo. A Justiça destacou que o bloqueio seria "indispensável", já que o comitê é temporário.

Procurado pelo DIA, o Comitê Rio 2016 ainda não tinha dado um posicionamento sobre o caso até a publicação desta reportagem.

Últimas de Rio De Janeiro