Declaração de amor de filha para pai comove as redes sociais

Texto, com erros, provoca debate sobre ensino. "Não precisa escrever para eu te amar", disse filha a pai, que se desculpava por não saber escrever

Por O Dia

Rio - Amor de pai não precisa de português para ser entendido. A estudante de Serviço Social da UFRJ Micarla Lins, de 21 anos, comoveu a internet ao compartilhar uma mensagem que recebeu do pai, Pedro Monics. Semianalfabeto, ele disse “eu te amo” e pediu desculpas à filha por não saber escrever.

No relato que viralizou e atingiu 275 mil curtidas e 45 mil compartilhamentos, a estudante questiona a desigualdade de oportunidades: “Hoje li a seguinte frase: ‘Saber escrever direito não é inteligência, é privilégio’.”

“Acho que abriu uma discussão importante do preconceito linguístico. As pessoas não percebem como é ruim corrigir pejorativamente as pessoas, se vivemos em um país de tantas gírias e sotaques diferentes”, refletiu.

Diante da repercussão que o caso ganhou, Micarla afirma que nem ela nem o pai esperavam que a história deles fosse chegar tão longe.

Mensagem de pai para filha%2C com erros de português%2C provoca discussão sobre o ensinoReprodução Internet

“Meu pai de início ficou com bastante receio de outras pessoas falarem que ele não sabia escrever. Mas depois de ver a repercussão, ele está muito feliz com todos os novos amigos que fez na internet”, disse.

Agora, ela espera que a postagem estimule outras pessoas a melhorarem a vida de outros com pequenos atos. “Hoje em dia, meu pai sabe ler porque eu ensinei a ele. Ter aberto essa discussão me fez repensar como posso ajudar outras pessoas”, contou.

Esse desejo de ajudar a influenciou na escolha da faculdade, tema no qual fez questão em mencionar. “Serviço Social é pouco reconhecido no Brasil e é confundido com caridade”, ressaltou a estudante.

Últimas de Rio De Janeiro