Polícia desarticula quadrilha que furtava equipamentos de hospitais

Furtos e receptações ocorriam em diversos pontos do estado do Rio, tanto em hospitais públicos quanto em clínicas particulares

Por clarissa.sardenberg

Rio - A Polícia Federal cumpre 13 mandados de prisão preventiva e 28 de busca e apreensão no Rio e nos municípios de Nova Iguaçu, Queimados, Duque de Caxias e São João de Meriti para desarticular uma quadrilha que atua no furto e receptação de equipamentos de diagnósticos médicos. Os mandados foram expedidos pela 2º Vara Federal Criminal de Niterói.

Os equipamentos roubados eram utilizados para fazer exames como endoscopia, laparoscopia e Doppler, de acordo com investigações da Operação Bozzini da PF. Os furtos ocorreram em diversas clínicas e hospitais públicos e privados, incluisive, sob encomenda direta dos receptadores.

Segundo a PF, há indicativos de que os crimes ocorriam em outros estados além do Rio. As investigações tiveram início em junho deste ano na Delegacia da Polícia Federal em Niterói, investigando incialmente um furto de equipamentos no Hospital Federal Antônio Pedro. A partir desta investigação, a polícia começou a mapear outros furtos. Os criminosos irão responder por furto qualificado, receptação e organização criminosa.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia