Cabo eleitoral de candidato à prefeitura de Queimados é baleado na Baixada

Ele trabalha na campanha de Zaqueu Teixeira. Vítima estava acompanhada do irmão, que não ficou ferido e já prestou depoimento na delegacia

Por O Dia

Cabo eleitoral de candidato à prefeitura de Queimados é baleado na BaixadaDivulgação

Rio - Dois cabos eleitorais do deputado estadual e candidato à Prefeitura de Queimados Zaqueu Teixeira (PDT) foram baleados nesta quarta-feira durante um atentado no município da Baixada Fluminense. As vítimas são dois irmãos que passavam de carro pela Estrada Carlos Sampaio, no bairro El Dourado, quando foram atacados a tiros por um homem que passou na garupa de uma motocicleta.

Clóvis Ribeiro Lima, de 47 anos, foi alvejado no ombro e braço, enquanto o irmão, Cláudio, foi atingido de raspão no braço. Apenas o primeiro segue internado no Hospital Adão Pereira Nunes, em Saracuruna, Duque de Caxias. Ele passa bem. O outro já prestou depoimento na 55ª DP (Queimados), que apura o crime.

Segundo informações da polícia, os irmãos estavam em um Fiat Siena com adesivo no vidro traseiro do candidato Zaqueu Teixeira.

A assessoria de Zaqueu Teixeira informou que ele está prestando auxílio à família do cabo eleitoral. Durante plenária realizada ontem na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Zaqueu Teixeira disse que, mais uma vez, vai enviar ofício ao secretário de Segurança pedindo reforço no policiamento do município. “Todos sabem que sou delegado de polícia e enfrento o crime organizado. Todos sabem que nós temos feito uma campanha com discurso duro contra a violência. O secretário de Segurança só olha para a cidade do Rio”, afirmou o deputado, que divulgou o vídeo da sessão na própria conta do Facebook.

O delegado Marcos Peralta, titular da 55ª DP, afirmou que a equipe está trabalhando, inicialmente, com as hipóteses de tentativa de homicídio ou roubo. “Preliminarmente, as informações colhidas no local, e até mesmo o depoimento de testemunhas, não apontam para crime com motivação política. Porém, não estamos descartando nenhuma hipótese”, explicou o policial.

Os agentes buscam câmeras de segurança da região para identificar os autores do crime. O veículo atingido pelos disparos foi encaminhado para perícia técnica.

Nos últimos dez meses, 16 candidatos e pessoas envolvidas na política foram assassinados na Região Metropolitana, 14 deles na Baixada.

Últimas de Rio De Janeiro