Selminha Sorriso fala após morte do marido, Marcos Falcon: 'Nunca o esquecerei'

Porta-bandeira da Beija-Flor compartilhou um texto em seu perfil no Facebook

Por O Dia

Rio - Selminha Sorriso rompeu o silencio e se pronunciou após a morte do marido, Marcos Falcon, assassinado na última segunda-feira em Madureira. Através de um texto, postado na rede social Facebook, Selminha se declarou para Falcon: "Foram muitos anos de amor e aprendizado! (...) Eu o amei e nunca o esquecerei!!!", escreveu a porta-bandeira da Beija-Flor de Nilópolis. 

Selminha Sorriso com o marido%2C Marcos FalconReprodução Internet

Em outra parte do texto, Selminha conta que também perdeu a mãe quando ela tinha 52 anos. "Minha mãe fez a passagem no ano de 2005 em pleno Carnaval. Minha rainha tinha apenas 52 anos, eu chorava e sofria todos os dias. À época eu não tinha consciência que minha mãe precisava de oração, luz e amor! Aprendi com a doutrina espírita que os que partem precisam receber boas vibrações de amor, pensamentos, palavras positivas... Agora aos 52 anos meu amor se foi."

O presidente da Portela, Marcos Falcon, foi morto na sede do comitê de campanha, em Madureira, na Zona Norte. Ele era candidato a vereador pelo Partido Progressista. No atentado, o tesoureiro da escola, Felipe Guimarães foi atingido por um tiro de raspão.

Em março, o blog do Leo Dias, colunista de O DIA, publicou que a 29ª DP (Madureira) estava investigando um plano para assassinar Falcon. A coluna confirmou a existência de um áudio, que está em poder da polícia, em que um homem declara existir tal intenção de homicídio. Na ocasião, o presidente confirmou a investigação, mas pediu para não falar, justamente para não atrapalhar o trabalho dos policiais.

Falcon já tinha sofrido quatro atentados, levou 18 tiros e se submeteu a nove cirurgias reparadoras. Mas esta teria sido a primeira ameaça dele após assumir o cargo na Portela.

Últimas de Rio De Janeiro