Ameaça é descartada dentro de avião inspecionado pela Polícia Federal no Galeão

Cento e nove passageiros foram retirados da aeronave que ia para Colômbia. O voo, previsto para decolar 8h, saiu mais de seis horas depois

Por O Dia

Rio - Um avião da companhia Avianca foi esvaziado, na manhã desta quinta-feira, no Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Galeão. Agentes da Polícia Federal (PF) realizaram uma inspeção dentro da aeronave e passageiros tiveram que retornar para o saguão de desembarque. O voo seguiu para Bogotá, na Colômbia, às 14h24, mais de seis horas depois do horário previsto para decolar. A Avianca informou que, aparentemente, era uma bateria de lítio pertencente a um dos passageiros.

De acordo com a concessionária RIOgaleão, o voo 260 seguia para Bogotá, na Colômbia, com 109 passageiros. A aeronave passou por uma "inspeção da Polícia Federal de acordo com protocolos internacionais de segurança." Não foi encontrada nenhuma ameaça pelos agentes, de acordo com a Polícia Federal. 

O voo estava previsto para sair às 8h mas, às 9h, a ameaça foi detectada e a aeronave esvaziada. Em nota, a PF limitou-se a dizer que "foram adotados os procedimentos definidos em protocolo não sendo identificada qualquer ameaça." 

Últimas de Rio De Janeiro