Por bianca.lobianco

Rio - Um pesquisa realizada pelo Instituto Gerp, encomendada pela Associação Conselho Empresarial e Cidadania, aponta de que não haverá segundo turno em Niterói. O prefeito Rodrigo Neves (PV), candidato à reeleição, aparece com 58% dos votos válidos, com 16 pontos percentuais a mais do que todos os outros candidatos juntos. Felipe Peixoto (PSB) tem 25% das intenções de voto, seguido por Flávio Serafini (Psol), com 13%, e Danielle Bornia (PSTU), com 4%.

Levando em consideração eleitores indecisos, votos brancos e nulos, Rodrigo Neves tem 40%, Felipe Peixoto, 17%; Flávio Serafini, 9%, e Danielle Bornia, 3%. Não votam em nenhum dos candidatos, 18%, enquanto 13% não sabem ou não responderam.

“Não apenas o Rodrigo Neves subiu, como o segundo colocado, Felipe Peixoto, caiu, demonstrando pouca capacidade de reação. São números e cenário que apontam uma probabilidade muito próxima de 100% de a eleição em Niterói ser definida em primeiro turno com a reeleição do prefeito Rodrigo Neves”, ressaltou o presidente do Instituto Gerp, Gabriel Pazos.

Na simulação de segundo turno, Rodrigo Neves aparece com 44% das intenções de voto, enquanto Felipe Peixoto soma 22%. Brancos e nulos são 24% e indecisos, 10%. O Instituto Gerp ouviu 700 eleitores entre os dias 28 e 30 de setembro de 2016. A margem de erro é de 3,78 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95,55%.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número RJ-04174/2016.

Você pode gostar