Por karilayn.areias

Rio - Três pessoas acusadas de estelionato foram presas nesta quarta-feira por policiais da 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes). De acordo com as investigações, Wellington da Costa Sangi e Fernanda Rachel Costa Campos se passavam por um casal, e auxiliados por Halisson Souza Barbosa de Oliveira, compraram diversos móveis em comércios da cidade, totalizando a quantia de R$ 160 mil.

Os pagamentos eram todos realizados com cheques de terceiros, que desconheciam a existência da transação. Após a aquisição, tais móveis eram distribuídos em vários pontos da cidade. Com base nas provas reunidas, a polícia representou pela decretação das prisões temporárias dos três autores pelos crimes de estelionato e associação criminosa, bem como pela expedição de mandados de busca e apreensão para apreensão dos móveis obtidos de maneira fraudulenta, medidas deferidas pela Justiça.

Durante as diligências, foi apreendido junto com Halisson um veículo Toyota Hillux, com placa de identificação, documento e chassi adulterados, bem como munições de calibre de uso permitido. Por esta razão, também foi lavrada a prisão em flagrante contra ele pelos crimes de receptação e posse ilegal de munição de uso permitido.

De acordo com o Delegado Uriel Alcantara, Halisson e Wellington já possuem anotação criminal. Em 2014, Halisson foi preso na posse de veículos de luxo clonados (BMW, Chrysler e Mercedes). Quanto a Wellington, foi preso em flagrante em maio deste ano quando tentava adquirir um veículo usando documentos falsificados.

Você pode gostar