Reclamar Adianta: Empréstimo via SMS

Maioria das financeiras adota o discurso do crédito sem burocracia. Só que esse tipo de publicidade estimula o consumidor a tomar crédito sem necessidade

Por O Dia

Rio - Parece ficção. Você está devendo a Deus e todo mundo, com a mensalidade da escola dos filhos atrasada, o cartão com o limite estourado... e eis que subitamente chega um SMS ou Whatsapp do seu banco informando: “Dinheiro na hora com rapidez e segurança. Envie um SMS grátis para tal número e contrate!” Proposta tentadora, não? Mesmo sem saber a taxa de juros cobrada e o prazo de pagamento, a oferta de empréstimo parece uma saída fácil, certo?

Mas, atenção! O que os bancos querem passar é a percepção de que pegar dinheiro emprestado é simples e rápido. A maioria das financeiras adota o discurso do crédito sem burocracia. Só que esse tipo de publicidade estimula o consumidor a tomar crédito sem necessidade. Apesar de os bancos divulgarem dicas de educação financeira, oferecem contratação de empréstimo por SMS, no caixa eletrônico ou através do aplicativo... uma incoerência.

Valor desconhecido

Recebi uma fatura da Claro fixo com um valor absurdo de R$257,90. Havia uma cobrança que não reconheço em nome da empresa Falkland Tecnologia em Telecomunicações. Já entrei em contato com a empresa diversas vezes, mas a cobrança não foi cancelada. Maria de Fátima Silva, Campinho – Rio de Janeiro.

Em atenção à mensagem da Sra. Maria de Fátima, a Claro informa que, em contato com a cliente, confirmou a solução do caso. Assessoria de Imprensa da Claro.

'O Judiciário pode analisar os casos de super endividamento%2C limitando os valores devidos em respeito à dignidade do consumidor', Bruno Bessa, advogado especialista em Direito ao ConsumidorDivulgação

Cadê minha fatura?

Sou cliente do banco Bradesco, mas não recebo as minhas faturas do cartão de crédito via Correios. Entrei em contato com o banco e recebi informações de que só são enviadas faturas com valores acima de R$ 500. Tânia Lisboa, Vila Isabel – Rio de Janeiro.

Em atenção à correspondência da sra. Tânia Lisboa, informamos que mantivemos contato com a cliente para esclarecimento do assunto. Agradecemos a oportunidade de prestar-lhe estes esclarecimentos e permanecemos à disposição. Assessoria de Imprensa Bradesco.

Contas nas alturas

Fiquei assustada com o valor da conta de luz do mês de agosto, com vencimento em 23/09. Moro neste imóvel há mais de 17 anos, só eu e meu marido, e nunca recebemos um consumo, em Kw/h, tão grande. Entramos em contato com a Light, que não fez nenhuma verificação se estava realmente certa a medição cobrada. Ana Dolores Reis, Grajaú – Rio de Janeiro.

A Light entrou em contato com a cliente e todos os esclarecimentos foram prestados. A empresa realizará ainda aferição no medidor de energia, conforme solicitado pela cliente. Assessoria de Imprensa da Light.

Vítima de fraude

Tenho duas linhas Pós- Claro, mas sem a minha autorização foram acrescentadas quatro linhas dependentes. Fui vítima de uma fraude! Minha assinatura foi falsificada em um contrato feito em uma loja em Caxias. Já registrei ocorrência, mas as linhas ainda não foram canceladas. Átila da Silva Dias, Irajá – Rio de Janeiro.

A Claro contatou o sr. Átila da Silva Dias e, na ocasião, prestou os esclarecimentos necessários ao usuário e informou sobre os créditos disponíveis. Assessoria de Imprensa Claro.

Dúvidas Frequentes

Com Luciana Gouvêa, diretora da Gouvêa Advogados Associados

Luciana Gouvêa%2C diretora da Gouvêa Advogados AssociadosDivulgação

Só neste ano, o número de aposentados que recorreu ao empréstimo consignado cresceu 25% em comparação ao ano passado. Com a crise, muitos têm buscado o consignado para complementar a renda familiar e ajudar a pagar as contas. É nessa hora que surge uma dúvida muito comum: qual valor máximo que o banco pode descontar da aposentaria para pagamento do consignado?

Segundo a advogada Luciana Gouveia, existe determinação para que esses empréstimos não passem de 35% do valor dos contracheques. “Caso ocorra algum erro e o contracheque esteja sofrendo descontos maiores que esse percentual, que equivale a um pouco mais da terça parte do valor a ser recebido, será possível iniciar processo judicial requerendo essa regularização”. Nesses casos, diz ela, “o Judiciário tem determinado que todos os empréstimos sejam recalculados e as dívidas, alongadas até o final pagamento para respeitar o percentual de 35%”.

Últimas de Rio De Janeiro