Motorista de ônibus que atropelou ciclista presta depoimento nesta sexta-feira

Segundo a polícia, mesmo que não tenha tido culpa da morte, o motorista pode ter cometido o crime de omissão de socorro e fuga do acidente

Por O Dia

Rio - A Polícia Civil vai ouvir nesta sexta-feira o motorista de ônibus que atropelou a ciclista Júlia Resende de Moura, de 19 anos, em Botafogo. O homem foi identificado no final da tarde desta quinta-feira e não teve o nome divulgado. Ele é aguardado na 10ª DP (Botafogo). 

Ciclista atropelada Julia Resende havia acabado de se formar no ensino médio e queria ser médicaReprodução Facebook

A polícia teve acesso a imagens de câmeras de segurança de prédios da Rua São Clemente e continua averiguando o caso. Nelas, é possível ver o momento em que a jovem cai ao lado do ônibus, que continua o trajeto sem frear.

Júlia não quebrou nenhuma lei de trânsito. Ela pedalava do lado direito da rua, como manda o código. De acordo com a delegada Bárbara Lomba, ainda não é possível dizer se o ônibus provocou sua queda.

Segundo a polícia, mesmo que não tenha tido culpa da morte da vítima, o motorista pode ter cometido o crime de omissão de socorro e fuga do local do acidente.

A estudante estava em uma bicicleta alugada na Rua São Clemente, em Botafogo, quando, segundo testemunhas, se desequilibrou em um bueiro e caiu. O ônibus que seria da linha 410 (Saens Penha - PUC) veio logo atrás e teria passado por cima da vítima. O motorista não parou para prestar socorros.

O corpo de Júlia foi enterrado nesta quarta-feira, no Cemitério São João Batista, em Botafogo. Ela era moradora da comunidade Dona Marta e se preparava para prestar vestibular para medicina.


Últimas de Rio De Janeiro